Frases para pensar


No dia em que eu temer, hei de confiar em ti. Salmos 56:3

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Gálatas e a insensatez evangélica

O capítulo 3 de Gálatas coloca em oposição duas verdades: fé ou obediência à Lei. O objetivo é questionar sobre como se chega ao coração de Deus. Através da obediência aos preceitos da lei ou através da fé amorosa.



Paulo afirma ser insensatez pensar que é possível agradar a Deus porque obedecemos a Lei. Relembra Abraão, o pai da fé, para afirmar que seu crédito diante de Deus (3. 6), está ligado diretamente à sua atitude de fé.
Aproveita para afirmar que é atitude carnal confiar em sua própria capacidade (de obedecer à Lei) para obter a salvação e aproximar-se de Deus. Quem é seguidor do caminho de Abraão vive pela fé, nunca por aspectos legalistas de mérito próprio.

No v. 10 ele choca seus leitores afirmando: quem tenta agradar a Deus por força própria, tentando mostrar quão "judeu" (ou legalista) é, está debaixo de maldição. Não consegue confiar naquele que se tornou maldição por nós, Cristo e vive tentando algo mais para alcançar o amor do Pai.

Quem são estes hoje em dia? São os que tentam trazer de volta ritos e formas que tiveram tempo e lugar, mas que perderam a força quando Jesus bradou: Está consumado.
Festas judaicas; primícias de ofertas; celebração do calendário judaico; dízimos duplicados, triplicados e ofertados na Arca da Aliança. Confesso: já me envolvi com estas coisas. Arrependo-me delas. Um peso terrível sobre os irmãos, levando-os a crer que não praticar tais atos os amaldiçoa.

Quando a verdade é oposta: a prática é que gera maldição.

A insensatez evangélica se reproduz nas mais variadas denominações. Até mesmo algumas igrejas históricas começam a se render ao apelo das celebrações judaicas como forma de obter mais de Deus. Cansei disso.

Espero ajudar você a se cansar também. Graça e paz, sempre. E Gálatas no povo legalista. 

7 comentários:

Anônimo disse...

excelente reflexão
espero que muitos compartilhem deste entendimento.
Um bom ano!
yvana

Wendel Bernardes disse...

A Graça é machado cortante no legalismo e na religiosidade evangelica.

Os templos, cada vez mais sinagogas, estão lotados de gente querendo um bom show, ondeos rituais levam a êxtase muitos que vem buscar um Deus pirotécnico e um tanto dogmático (como a Lei muitas vezes pintou).

Também me entristeço com rituais sem sentido, com atos de uma falsa fé.
Como foi profetizado, se não me engano por Isaías: "Estou cansado de vossas festas de lua-nova".

Esclarecer faz parte. Abandonar e viver o novo é imprescindível!

Carlos Eduardo disse...

A Paz do Senhor!

Porque não os dois?

SEGUIR A LEI DE DEUS PODE SER VISTO COMO UM GESTO DE AMOR, UM GESTO DE FÉ E UM GESTO DE LEALDADE! CREIO QUE ATRAVÉS DA LEI FORTALECEMOS A PRÁTICA DA FÉ.!

Romanos 13:10 "O amor não faz mal ao próximo. De sorte que o cumprimento da lei é o amor."
Tiago 1:25 "Aquele, porém, que atenta bem para a lei perfeita da liberdade, e nisso persevera, não sendo ouvinte esquecidiço, mas fazedor da obra, este tal será bem-aventurado no seu feito".

Continuando em Tiago 2:8 a 14

Todavia, se cumprirdes, conforme a Escritura, a lei real: Amarás a teu próximo como a ti mesmo, bem fazeis.

Mas, se fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, e sois redargüidos pela lei como transgressores.

Porque qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos.

Porque aquele que disse: Não cometerás adultério, também disse: Não matarás. Se tu pois não cometeres adultério, mas matares, estás feito transgressor da lei.

Assim falai, e assim procedei, como devendo ser julgados pela lei da liberdade.

Porque o juízo será sem misericórdia sobre aquele que não fez misericórdia; e a misericórdia triunfa do juízo.

Meus irmãos, que aproveita se alguém disser que tem fé, e não tiver as obras? Porventura a fé pode salvá-lo?

Concordo quando diz que o O objetivo é questionar sobre como se chega ao coração de Deus.

CREIO QUE NÃO PODEMOS SEPARAR UM DO OUTRO. E SIM PROCURARMOS ENCONTRAR UM CAMINHO QUE OS APROXIME MAIS E MAIS.
Fique na Paz e um Ano Novo repleto de bençãos.

Marcus Vinicius disse...

Olá Carlos, meu questionamento sobre Graça e obras se refere exclusivamente ao aspecto "exploratório" das igrejas sobre as obras, levando o povo (que não quer entender) a pensar que pode, por obras, agradar a Deus.

A Bíblia é clara: sem FÉ é impossível agradar a Deus.

Grande abraço, feliz ano novo.

René disse...

Amado Marcus Vinícius,

É muito bom ver você expressar de forma tão clara e precisa os ensinamentos que o Senhor tem lhe dado ao longo deste ano!

Muitos têm pensado que o cumprimento da lei precede ou, no mínimo, anda junto com a fé. É isto que afirmam, ao exigir "não toques nisso", "não proves aquilo". Não conseguem perceber que o cumprimento da lei moral do Senhor é uma conseqüência da fé que nos transporta para a liberdade à qual Cristo nos libertou!

É a aplicação dessa fé em nossa própria vida, que nos permite ouvir o Espírito de Cristo e seguirmos pelo caminho que Ele nos indica!

Tenho certeza que você ouviu bastante a orientação do Santo Espírito para a sua vida neste ano. Ele tem levado você a conhecer novos caminhos e isto é para a sua edificação e fortalecimento nessa fé que inundou o seu coração. Isto é para aumentar a intimidade entre você e o Senhor! Dou graças a Deus, por isto!

Grande abraço e continue na Paz!

Marcus Vinicius disse...

Publicando comentário de minha amiga e leitora Ana Gerpi, recebido via e-mail:

Olá Pastor!!! Concordo com você em tudo o que disse, pois sem fé genuina é impossivel agradar a Deus!!! Devemos sim obedecer
aos mandamentos que Deus deixou em sua palavra que odecer é melhor que sacrficar, mas isso não quer dizer que devemos obedecer tudom o que o homem nos impõe e sim o que Deus verdadeiramente nos ensina!!! Eu também já estou cansada de algumas coisas e por isso eu estou buscando as respostas no lugar certo, na Bíblia que é a vredadeira palavra de Deus, pois só ele pode verdadeiramente responder!!!! Um abraço!! Ana Gerpi.

Gilson disse...

Seguir outro evangelho já é anátema *maldição. E tudo se resume nisso.

Origem dos meus visitantes

Visitantes por países

free counters

FeedBurner FeedCount

LIVROS MARAVILHOSOS (meus preferidos)

  • A Maldição do Cristo Genérico - E. Peterson
  • A Serpente do Paraíso - Lutzer
  • Alma Sobrevivente - P. Yancey
  • Anseio Furioso de Deus - Brennan Manning
  • Chega de Regras - L. Crabb
  • Confiança Cega - B. Manning
  • Evangelho Maltrapilho - B. Maning
  • Igreja Orgânica - N. Cole
  • Maravilhosa Graça - P. Yancey
  • O Anseio Furioso de Deus - B. Manning
  • O Caçador de Pipas
  • O Impostor que Habita em mim - B. Maning
  • Reformissão - M. Driscoll
  • Reimaginando a Igreja - F. Viola
  • Sonhos Despedaçados - L. Crabb
  • Ânimo (Corra com os cavalos) - Eugene Peterson