Frases para pensar


No dia em que eu temer, hei de confiar em ti. Salmos 56:3

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Que tipo de igreja você procura?


Realizei uma pesquisa no Blog e hoje, debaixo de muita gripe, estou escrevendo uma breve análise do resultado: 72% dos entrevistados escolheu como resposta a seguinte opção - uma igreja onde a pregação seja centrada em Cristo. Esta resposta realmente me chamou a atenção.

Explico: aquilo que mais temos hoje nos púlpitos brasileiros é uma pregação soft, centrada no homem e em suas necessidades. E conforme análises de diversos segmentos esta pregação faz sucesso e atrai adeptos às igrejas. Ou seja, enche os templos.

Esta tem sido a busca da maior parte dos líderes de igreja no Brasil: encher seus templos, arrecadar muitos fundos e assim angariar mais poder temporal, justificado como bênção de Deus. Uma estratégia que tem seu sucesso, mas que na verdade está baseada na intensa e massificadora valorização do homem e de seus anseios.

Esta pregação adoça a alma e enaltece o ego, sem sombra de dúvidas. Mas o quanto ela honra a Deus? E de acordo com a pesquisa simples do Blog, o quanto realmente ela atende os anseios dos servos de Deus?

Isaías nos alerta sobre em que se deve crer: na pregação da Palavra de Deus (53.1). Paulo e João reconheciam que a pregação não é fruto de poder persuasivo humano, mas poder de Deus. Analiso que se a pregação não é fruto de poder da mente humana, não deve também se oferecer para realizar a satisfação da mente humana.

Pedro nos ensina que devemos partilhar dos sofrimentos de Cristo (sua primeira carta) e que assim fazendo, nos tornamos mais eficazes como presbíteros e pregadores. Um conselho na contra mão da pregação e do pastorado atual.

Termino dizendo que me sinto estimulado por saber que pessoas desejam uma igreja que pregue Cristo, seu evangelho, sua Graça e sua misericórdia. Isto demonstra que a insatisfação com o modelo existente continua a crescer. E que certamente o Senhor está atento ao que ocorre, e fará sua obra acontecer.

Graça e paz, sempre.






4 comentários:

Anônimo disse...

Olá Pastor,
mesmo nos momentos de maior escuridão, maior apostasia, desapego às coisas do alto... ainda vão existir os fiéis. Aqueles que morrem por amor a Cristo (mesmo que o morrer seja "morrer pra mim mesmo").

Creio que o espírito do homem clama por sede de Deus e é chegada a hora da Igreja se levantar do marasmo e até do pecado que se encontra e fluir!



Em Cristo,
Wendel Bernardes

Leandro disse...

Pastor, acho que o resultado da pesquisa está um pouco influenciado pelo lugar da amostragem. Mas mesmo assim é bom ver que há bastante pessoas que não querem ser iludidas.

Jucá disse...

Amado amigo e pastor
concordo com seu ponto de vista e ainda complemento dizendo que se não fosse a palavra de Deus a me confrontar e encorajar a ser algo melhor, continuaria fazendo as mesmas besteiras e achando que estava correto.
João 3:21 me conforta!
Abraços e continue esse bom trabalho.

Ana Maria disse...

Olá querido,

Sem dúvida, desde que o homem caiu sua alma clama pelo seu criador. Nossa alma tem sede do Deus vivo. E somente Sua Palavra - única fonte que leva o homem a Ele pode saciar sua sede. Qualquer coisa que é pregada fora da Palavra, passa o que fica sempre será a Palavra. Por isso motivo a todos nunca de apartar dela.
Um abraço com saudades, Ana

Origem dos meus visitantes

Visitantes por países

free counters

FeedBurner FeedCount

LIVROS MARAVILHOSOS (meus preferidos)

  • A Maldição do Cristo Genérico - E. Peterson
  • A Serpente do Paraíso - Lutzer
  • Alma Sobrevivente - P. Yancey
  • Anseio Furioso de Deus - Brennan Manning
  • Chega de Regras - L. Crabb
  • Confiança Cega - B. Manning
  • Evangelho Maltrapilho - B. Maning
  • Igreja Orgânica - N. Cole
  • Maravilhosa Graça - P. Yancey
  • O Anseio Furioso de Deus - B. Manning
  • O Caçador de Pipas
  • O Impostor que Habita em mim - B. Maning
  • Reformissão - M. Driscoll
  • Reimaginando a Igreja - F. Viola
  • Sonhos Despedaçados - L. Crabb
  • Ânimo (Corra com os cavalos) - Eugene Peterson