Frases para pensar


No dia em que eu temer, hei de confiar em ti. Salmos 56:3

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Chico Xavier, Rede Globo e o Evangelho sem Jesus

Devo confessar: não assisti ao filme "Nosso Lar"; provavelmente não terei tempo de assistir ao seriado sobre a vida de Chico Xavier, que já foi filme e agora a Rede Globo estica e transforma em série.



Mas vamos ao que interessa - a Rede Globo investiu pesado no ano de 2010 na propagação do Evangelho Segundo o Espiritismo (by Alan Kardec), que no Brasil teve como expoente a figura emblemática de Chico Xavier. A série tem algumas características impressionantes:

Serão quatro episódios com uma hora a mais de conteúdo no total do que o filme. A produção contou com 135 atores e cerca de 90 locações. A mini série mostra detalhes da infância de Francisco de Paula Cândido, quando começava a ter suas primeiras manifestações mediúnicas, vendo e ouvindo espíritos, incluindo o de sua mãe, já desencarnada.


Impressiona o investimento, a doutrinação, a força da Globo para propagar as ideias do espiritismo. Ano passado também apresentou uma novela no horário das 18 horas e participou da produção do filme Nosso Lar.
Segundo o Wiki, muito cedo Chico perdeu a mãe e foi parar nas mãos de uma mulher cruel (sua madrinha) que abusou física e emocionalmente do menino. É neste contexto de violência que Chico começa a ter visões mediúnicas, passando a conversar com o espírito "desencarnado" de sua mãe.

E nós com isso? Em Eclesiastes lemos: “E o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu” (Ec. 12.7). Outros textos bíblicos esclarecem como pensam os cristãos evangélicos sobre a alma e o espírito do homem após a morte - Atos 7.59; Ap. 6.9-11; Lc. 12.4-5, só para citar alguns.

O ponto aqui não é uma aula sobre espiritismo, mas um alerta: já vi muito crente impressionado com façanhas mediúnicas. Alguns duvidando mesmo se aquilo (Dr. Fritz, p.ex.) não era obra do evangelho de Jesus.


Meu ponto é exatamente este: o evangelho espírita, que a Globo divulga tão intensamente e sempre, é uma boa nova sem a novidade.. O que diferencia o evangelho do Evangelho é exatamente o tema da notícia. 

- No Kardecismo temos uma repetição devidamente repaginada da doutrina do salve-se a si mesmo. Um assunto presente na maior parte das religiões.
- No Cristianismo o Evangelho da Graça revela minha total incapacidade de salvar  a mim mesmo; de me tornar bom por qualquer atitude que seja; da possibilidade de após a morte ter alguma oportunidade de mudar minhas ações.

Jesus nos ensina que é aqui e agora que decidimos nossa eternidade. Não reencarnaremos. Não teremos infinitas chances de nos redimir. Temos uma grande oportunidade de abraçar a Graça e receber o presente de Amor sem ter que pagar por ele. Temos um Pai a nos esperar.

Portanto igreja, alerta. Não permita que a ilusão do espiritismo seduza mais pessoas. Não podemos ficar inertes. Precisamos deixar claro que apesar de todas as coisas boas que são ensinadas no espiritismo, ele carece de Jesus, único caminho oferecido ao homem para reconciliar-se consigo mesmo e especialmente com Deus, o autor da vida.

Não estamos aqui para "caçar bruxas". Mas devemos estar aqui para, em amor, proclamar a verdade que liberta cada homem do peso de sua própria história - até mesmo de uma história de abuso como sofreu Chico Xavier.

O nome desta verdade é Jesus Cristo. No mais, graça e paz, sempre.

43 comentários:

Wendel Bernardes disse...

Muitos crêem (mesmo no chamado 'meio evangélico'), que atitudes boas, obras sociais, assistencialismo, ect. São o fundamento do Evangelho da Graça.

Infelizmente, quem crê assim, não conhece a Graça pelo Autor dela mesma: Jesus!

Embora Ele tenha manifestado obras muito parecidas com as que se pregam no espiritismo, essas mesmas obras não tinham como fim agradar a Deus, mas abrir caminho ao coração do homem comum, desacostumado a ver sequer uma luz de caridade, bondade, justiça.

A maior Luz dada ao homem comum foi Jesus, morto e ressurreto dentre os mortos (e não reencarnado) e que ainda dirije a Igreja, por intermédio do Espírito De Cristo.

Acredito que essa osmose doida a que somos acometidos pelos meios de comunicação faz já um tempo, é apenas o começo de uma reprogramação sistemática que o homem passará nesses últimos dias.

Não creio que só a Igreja deva estar 'apercebida', mas cada cidadão comum, que agora lê essas palavras. Ser inserido num contexto religioso por imposição midiática é ainda pior do que ser batisado noutro enquanto se é bebê!

Urge clamarmos para vermos mudanças, não apenas nas grades programáticas de Tv, mas em vidas que ora caminham vazias ao engano!

ChacaL disse...

Opinar sobre esse tema é dificil. Prefiro manter a neutralidade e agir com naturalidade, sem radicalizar. O Certo é que o Arrependimento, vem de nós, Deus não pode se arrepender por nós. A culpa vem de nós, a fé vem de nós, a bondade vem de nós. Nós escolhemos o que fazer, porque segundo a Graça de Deus, o livre arbitrio serve exclusivamente para evoluir. Não fosse assim, seriamos programados para sermos "bons" o tempo todo, seriamos programados para não termos defeitos.Seriamos meras marionetes.
Li em um livro, que mencionou uma coisa interessante sobre o livre arbitrio; "Deus gosta de relacionamentos" Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16

Reparou que ele AMOU o mundo, entenda-se o mundo em tudo, seres humanos, animais plantas, ou seja o Planeta inteiro. Ele "gostava" de se relacionar conosco e com a morte de Jesus buscava por um choque de realidade na população mundial, mesmo que os Astecas, os maias, os Apaches, os Chineses, os Tibetanos, e tantas outras civilições da época sequer tenham ouvido falar em Jesus.
Mas crer em quem? "Nele" esta meio obscuro e aberto a duas provaveis interpretações: Crer no proprio Deus, ou crer no filho Dele.
O que se é amplamente interpretado é que deve-se crer no Filho, para chegar ao pai. mas esquecemos que o Pai só colocou o filho por aqui para que pudessemos nos reconciliar com ele e voltarmos a ter uma "linha direta" com Ele novamente, assim como Adão e Eva tinham no Éden, e tantos outros personagens do antigo testamento.

Tratamos o assunto, de um ponto de vista muito restrito quando o assunto é o que esta por vir quando morremos. Nossa visão, não compreende mais de uma realidade simultaneamente, e isso dificulta as coisas para vermos alem do que queremos ver.

O Espiritismo é contraditório, mas cá entre nós, a Biblia tambem o é. Todos nós ja cansamos de ler, pela internet textos e mais textos onde Deus é colocado como, egocentrico, tirano sanguinario e vingativo e em outros como um ser bondoso, fiel, justo, misericordioso e caridos. Reencarnação? Não sei se existe. Mas tambem não sei se tudo que esta na Biblia é realmente o que diz ser, ja que a cada nova edição o significado original da Lingua se perde mais profundamente. Essa sequencia de traduções, pode chegar ao cumulo de acabar fazendo surgir uma "nova versão da biblia".
Salva-te a ti mesmo como premissa do Espiritismo, Arependa-te e salve-se do cristianismo.
Uma coisa é mais do que certa, a verdade ainda está la fora e só a descobriremos quando ela nos atropelar, ou seja, quando chegarmos no destino final.

PAZ

Anônimo disse...

É realmente uma grande benção do Senhor Jesus que a vida de Chico Xavier seja mostrada ao povo brasileiro sem o viés dos inimigos do espiritismo. Glória a Deus que o espiritismo está sendo divulgado ao mundo. Veja só a Sabedoria de Deus usando a própria Globo que é uma emissora puramente comercial para divulgar a verdade e abrir os olhos daqueles que duvidam da vida futura.

Marcus Vinicius disse...

Olá Chacal concordo com você que o tema é difícil. Mas minha linha de opinião foi falar sobre a força da mídia (Globo) em expor um evangelho sem Jesus.

Mesmo que vc tenha diversas dúvidas, quanto a isto não há dúvida: o evangelho de Kardec exclui a salvação pela fé simples no Filho de Deus (e sim, é nele que temos que confiar, ele não é só um agente de Deus, Ele é Deus).

Graça e paz, e obrigado por seu comentário. Continue visitando.

Marcus Vinicius disse...

Olá anônimo, publiquei seu post para ver se alguém reage a voc~e. Deixo um questionamento: Glória a Jesus? Jesus nem é tão importante para a doutrina espírita, pois afinal os espíritas não precisam de um salvador, pois suas obras os salvam.

Graça e paz, e da próxima vez se apresente.

Anônimo disse...

Olá Marcus Vinicius

O espiritismo é o consolador prometido por Jesus (João, cap. XIV, vv. 15, 16, 17, 26). Saiba mais em
http://www.espirito.org.br/portal/artigos/unidual/curso-31.html

Marcus Vinicius disse...

Olá anônimo:

acho que você se equivocou um pouco. Pois se você prestar atenção ao texto perceberá que Jesus está falando de um outro (uma pessoa), não de uma doutrina, religião ou série de dogmas.

E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre - acho que fica claro que Jesus está falando de um outro com a mesma categoria Dele.

Recomendo a você que leia o evangelho de João sem ser na tradução de kardec.

Graça e paz, sempre.

ChacaL disse...

Ai que tá Pastor, nos evangelhos segundo o espiritismo Jesus não é excluido de forma alguma, muito pelo contrario, Ele é a referencia, é a base da doutrina, que é diferenciada sim, pelas nossas ações, pelo conjunto de obras que são realizadas ao longo da vida. Isso fica explicito em lucas 23 versiculos de 39 - 43
O ladrão repreende o outro condenado por afrontar um homem justo sendo assassinado. Ora, se este ladrão que repreendeu o outro tivesse tido uma vida tão infame assim, ele não daria a minima para o que o outro disse sobre Jesus, lógico alguma culpa ele tinha, ou talves não. Talves ele estivesse ali por uma coisa minima,Talves o roubo de uma galinha, ou alguma fruta, mas os romanos resolveram mata-lo assim como mataram Jesus, apenas para demonstrar poder e se livrar de um problema.
Então analisando por esse angulo vemos um homem comum, que "reconhece seus erros", minimos que sejam, que talves num momento de desespero comenteu um crime, mas que deixa claro, ser temente a Deus no versiculo 40; Tu nem ainda temes a Deus, estando na mesma condenação? Ou seja, ele declara claramente ser temente a Deus aqui e segue se arrependendo do que possa ter sido uma afronta a Deus os atos da sua vida, e pede para não ser esquecido do lado de lá.
Isso é justamente o que os Evangelhos segundo o espiritismo pregam; Redenão e evolução moral. o Ladrão não pediu para ser salvo, ou não pediu misericordia, ou mesmo se arrependeu diante de cristo de forma categorica, apenas pediu para não ser esquecido, para que tudo que tivesse feito ao longo da vida fosse pesado. Ou seja, Jesus esquadrinhou seu coração, e todas as palavras que o ladrão disse e viu que ali havia um bom homem que cometeu alguns erros e que por isso merecia sua atenção. Jesus nunca esteve com aquele homem até aquele momento, mas as ações deste homem eram claras para Jesus que tinha o poder para saber separar o Joio do Trigo.E o mais importante, Jesus não disse: "Está salvo!", ele disse: "hoje mesmo estaras comigo no paraiso!" Alguem de nós, meros mortais e cheios de duvidas e ideias pré-concebidas sabe dizer o que é e como é o paraiso?
Em 2 Conrintios versiculos de 1 - 4 acontece um testemunho interessante sobre uma "visão" que Paulo teve.Ele disse que conheceu um homem que não tinha certeza se estava vivo ou morto e que o viu subindo ao terceiro Céu (mais curioso ainda é saber o que seria esse terceiro céu, nos evangelhos isso é chamado de colonia,lugar de continuidade evolucionaria porque no céu mesmo só Jesus, ninguem que vá para uma colonia tá evoluindo o suficiente pra chegar lá ao Céu de fato. lembra do ladrão: Não esqueça de mim senhor!). Não pretendo afirmar nada aqui, mas é uma passagem no minimo curiosa. Um ufólogo diria que Paulo viu um Extraterrestre! Por isso é que religião é um assunto tão complicado, trata-se apenas de Fé em algo que nunca vimos, sentimos ou tocamos. É apenas a certeza de que deva existir algo maior que todos nós, cuidando, observando e ajudando. A ideia tanto na Biblia, quanto no evangelho é unica. AMAR UNS AOS OUTROS, SEM REGRAS ou DISTINÇÕES. Amar incondicionalmente é o tema central. O que vai acontecer depois da morte e como esse processo ocorre ninguem nesse mundo pode dizer com 100% de certeza porque não esta escrito em lugar nenhum.
É apenas uma questão de fé, então diante disso tudo mantenho minha cabeça aberta a todos os ensinamentos que me edifiquem, não que me hipnotizem.
Não estou dizendo que estou certo, quero apenas que mantenha a mente aberta e conheça o tema mais profundamente, por mais absurdo que possa parecer algumas situações.
Para pensar: Os animais tem alma? Para onde as almas dos animais vão?
uma criança morre, qual o objetivo dessa morte?
Uma mulher que pratica aborto, o que acontece com ela se ela morrer na mesa do açougueiro e ela estiver inconsciente e não conseguir "pedir para ser salva e se arrepender dos pecados"? Tantas questões, tantas duvidas e uma certeza. Redenção e amor é o que salva.

Paz Pastorzão

ChacaL disse...

ps: Sim, Sim...consolador é uma outra pessoa não uma doutrina concordo.

Gilson disse...

O Chacal tem razão, o espiritismo se refere a Jesus em seus últimos remendos, mas so como se fosse coadjuvante e nunca Senhor e Salvador que morreu por nossos pecados, alias para eles isso é loucura. Funciona assim, a doutrina espírita é como se fosse uma imensa colcha toda remendada, pois quando são questionados a respeito de determinadas doutrinas eles rasgam um pedaço da colcha em outro local e com esse pedaço remendam o buraco, mas com isso de onde eles retiraram o pedaço fica o buraco descoberto até que alguém note e questione, aí o processo se repete. Algum dia não vai ficar nenhum ponto dessa colcha sem remendo.

ChacaL disse...

Gilson;
Não foi isso o que eu quis dizer, se leu o conteudo todo do texto verá claramente isso.Eu nunca disse que ele era coadjuvante, mas o pilar da doutrina. O MESTRE. Sem Jesus não existiria o Espiritismo. Alias, o ponto aqui é: Tdos os caminhos levam para o Céu? Todos os caminho levam para a evolução da alma?
O cristianismo prega que Jesus é o unico caminho, por conta da passagem biblica notada em João 14 v 6. O Problemas dessa passagem, assim como eu muitas denominações esta na interpretação dela. 100% dos cristão alegam que ao dizer isso Jesus se autodeterminou o salvador. Mas isso vai de encontro com a Humildade do Nazareno que no batismo, se humilhou, e disse que não era diferente dos demais. Ora, se analisarmos o contexto, tudo que ele disse é verdade, porem o que ele quis dizer com ser o caminho a verdade e a vida? não era o que ele ENSINAVA? Não era a doutrina dele o caminho da salvação?Não era o que ele pregava? Então, fico me perguntando: Adiantarei os apostolos seguirem Jesus, crerem na sua vinda a este mundo desolado, e não fazerem nada por eles mesmo? Ou seja, adiantaria eles apenas dizerem; Senhor,Senhor, cremos em Ti, salvanos da ruina.E não fazerem absolutamente nada para conspirar em seu favor?
Vejamos alguns exemplos:
Em Marcos 5 v25-34: Uma mulher apenas toca seu manto e fica curada. Ele diz, vai tua fé te salvou.
Em Marcos 10 v46-52: Jesus atende um cego que lhe pedira ajuda. Jesus disse: Vai; TUA fé te salvou.
Em Marcos 11 v21-24: Jeusu deixa claro que tudo que pedirmos em oração a DEUS, se for feita com fé a teremos.

Mesmo depois destes exemplos, não estou negando o poder de Jesus ou sua missão quero apenas deixar claro que ele mesmo não se intitulava o salvador de ninguem, ele era o caminho, mas cabia a cada um de nós percorre-lo ou não. Ninguem será salvo de nada se matar uma duzia de pessoas, se sentar embaixo de uma arvore e gritar senhor me salva. Isto é uma questão de evolução. Tudo bem a graça, mas deixa eu perguntar sobre a graça: Qual o objetivo de um serial Killer matar duzias de crianças, e antes do cianureto encher todas as suas celulas, ele disser ME SALVA SENHOR ME ARREPENDO!Quem bem isso fara aquelas duzias de crianças? Que Justição é essa?
No espiritismo não existe condenação eterna, mas existe a condenação. Ela nunca será eterna porque Deus é infinitamente bom, e Ele sempre nos dá uma segunda chance. O Problema aqui sempre estará ligado no que virá depois da vida.
Acreditem, poucas serão as almas que vão diretamente para o 3º céu, mesmo os que estão assiduamente na igreja. Jesus disse: Se teu olho é motivo de pecado arranca-o. Se pensardes em seu coração, ja pecou.
Quem de nós, nunca pecou duzias de vezes ao dia dessa forma. Quem, no intimo, nunca desejou o mal a alguem que julga merecesse, alguem como, Um estuprador de crianças, ou um latrocida que mata uma familia inteira apenas por alguns reais?Quem nunca desejou a morte desse tipo de pessoa?
Então Gilson, o que quis dizer é isso, Jesus não é remendo de nada. Jesus é o pilar de uma doutrina, sem Jesus não haveria espiritismo, o problema que os espiritas não o vêem como salvador de nada, Ele é apenas um dos caminhos.
Veja assim; só que cre em Jesus estará Salvo?
E o Dalai Lama, não estará salvo? ele não cre em Jesus?
E os Mulçumanos, eles não creem em Jesus?
E os Indianos, eles tb não creem em Jesus?
Assim como os, Tibetanos, os Chineses, os afegãos, os arabes, os polinesios etc..
Acha mesmo que Deus lançaria todos eles no fogo eterno do inferno só porque eles acreditavam em algo diferente?
Essa seria a basse para o Seu julgamento ou o conjunto das obras deles?

É por isso que eu me mantenho aberto, a todas as doutrinas procurando entende-las dentro de um contexto cultural, e não literalmente.

PAZ

Marcus Vinicius disse...

Oi Chacal, como você pode ver tenho postado seus comentários, apesar de discordar deles e achá-los um tanto confusos.

Mas deixe-me tentar fazer vc ver algo: dentro de sua pergunta vc esqueceu do ladrão crucificado. Não há relato dos crimes cometidos, mas imagino que foram muitos, pois a cruz era um suplicio para criminos odiados por Roma.

Ele foi salvo ou não? E outra coisa: se é evolução, não precisamos de Jesus. Se é salvação necessitamos dele.

E afirmo a você: a Graça é a única explicação possível para entender a mensagem da Cruz. Sobre Jesus, mesmo que Ele não tivesse afirmado o que afirmou, profetas antes dele o fizeram, e os apóstolos após ele confirmaram.

Outra coisa: se a tradução ou versão dos evangelhos cristãos é complicada, não o seria também a de Kardec, feita tanto tempo depois?

Grande abraço, GRAÇA E PAZ.

Marcus Vinicius disse...

p.s. Chacal:

Com honestidade também afirmo que não podemos saber com certeza o destino de pessoas muçulmanas, budistas, etc.

Porém a Bíblia é clara ao afirmar que a Lei da Consciência exime todo homem de desculpar-se diante de Deus por seus atos e atitudes.

É onde eu volto a dizer sobre a questão do espiritismo: no espiritismo não é diante de Deus que prestaremos contas no final das contas, mas porque fizemos "boas escolhas" acumulamos "pontos positivos" para nossas futuras reencarnações.

Lembro ainda que o objetivo do post não foi denegrir a doutrina de Kardec, mas demonstrar que não é Jesus a fonte última de redenção para ele, mas a doutrina da reencarnação somada a de boas obras. E tentei mostrar que a mídia investe num evangelho sem Jesus. É isso.

Continuando o debate, Graça e paz, sempre.

ChacaL disse...

PS: O evangelho segundo o espiritismo não é nem nunca foi uma tradução da biblia. É um livro de estudos assim como as centenas de milhares de apostilas de escola de vencedores, escola de lideres, de trenamentos financeiros, de treinamentos para treinamentos etc...
Os evangelhos pegam um tema da biblia e o estudam mais profundamente, só isso. O Evangelho de Kardec não é uma nova versão da biblia. Queria apenas esclarecer isso.

Marcus Vinicius disse...

Valeu Chacal, pelo esclarecimento, mas me explique outra coisa: os espíritas sabem disso? Porque todos com quem converso declaram que a "versão" de Kardec do evangelho é que é a correta.

Abraços.

ChacaL disse...

Pastorsão;
Isso é simples, assim como em qualquer outra religião são pessoas sem o menor entendimento da coisa. Se você pedir um resumo de qualquer obra de Kardec eu DUVIDO que alguem lhe faça. Essas pessoas não lêram ou, não "estudaram" o livro, então não sabem o que dizer.
Como mencionei acima, vemos isso em todos os lugares, são pessoas que intencionlmenteou não, deturpam uma boa obra com um fim legitimo para beneficio proprio.
No site http://www.genizahvirtual.com/ eu tenho acompanhado o debate sobre a SaraSheva, cara aquilo é bizarro, beira a insanidade e a estupidez, mas isso é um caso isolado, no meio evangélico tem pessoas que realmente se importam com a causa de Jesus, assim como no Espiritismo tambem o têm, ou seja, mostrar a verdade suprema. Que nossa verdadeira vida não é aqui.
Nossa vida nessa terra é uma sucessão de estudos, como em qualquer profissão devemos sempre buscar o conhecimento, mesmo que as vezes não concordamos com ele, isso não quer dizer necessariamente que esteja errado.
Mais uma vez pastor, peço que de uma estudada no link que te mandei, apenas para fins de conhecimento. não quero te "converter", quero apenas que entenda um pouco mais do assunto, e veja que espiritismo não é bruxaria, não tem sacrificios e todas aquelas coisas que escuta por ai.
Gostaria de citar aqui um trecho que achei interessante e pode elucidar algumas questões sobre o "Radicalismo Espirita":
O Evangelho Segundo o Espiritismo é uma obra ímpar, de grande importância, e de qualidade incontestável, porém não foi escrito com o objetivo de elucidar todo o conteúdo do Novo Testamento, seu propósito maior foi ampliar, explicando, o conteúdo moral do Evangelho de Jesus e fazer uma conexão deste com a revelação dos Espíritos Superiores.

'Além de O Evangelho Segundo o Espiritismo, que é o livro mais conhecido da literatura espírita, Kardec responde a esta nossa questão de que se deve a Bíblia ser estudada pelos espíritas em vários outros textos contidos na codificação.

É preciso antes de tudo lembrar que Kardec foi um cientista, um educador e um sábio de seu tempo, e deste modo, e por fazer tudo isso com uma competência tal que o projetou para muito além de seus dias, não se viu impedido de aceitar desafios; desta feita estudou minuciosamente não só a Bíblia como textos sagrados de várias outras filosofias religiosas ponderando com saber e lógica sobre as contradições de cada um e de seu sentido espiritual mais profundo.'


Fonte: http://amigoespirita.ning.com/profiles/blogs/kardec-e-a-biblia?xg_source=activity

Não precisa nem postar, se não achar util, mas gostaria muito que estudasse o que te indiquei para que possamos continuar conversando sobre o que esta por vir.

Lembre-se da maxima: Não acreditar numa coisa, não a torna necessáriamente errada.

PAZ

ChacaL disse...

PS: A biblia não pode ser Reescrita ou editada, o Espirita que disser isto não é um estudioso da doutrina ou é maluco. Toda a codificação espirita foi escrita através de um estudo minucioso dos textos biblicos.

ChacaL disse...

Leu a resposta que mandei?Notei que não postou, foi de propósito?

Espírita disse...

Amigo,

Você disse:

É onde eu volto a dizer sobre a questão do espiritismo: no espiritismo não é diante de Deus que prestaremos contas no final das contas, mas porque fizemos "boas escolhas" acumulamos "pontos positivos" para nossas futuras reencarnações."

Temos que prestar conta SIM da reencarnação porque a reencarnação pode ser considerada uma "bolsa de estudos na Terra" e teremos que prestar contas a Deus do que fizemos com esta "bolsa".

Veja o espiritismo não é uma doutrina vulgar para ser interpretada. Toda interpretação do espiritismo é sempre algo simplista. Esta tua interpretação de "acumulação de pontos positivos" é um exemplo claro.

Espírita disse...

Amigo de outra interpretação bíblica,

Você perguntou:

"os espíritas sabem disso? Porque todos com quem converso declaram que a "versão" de Kardec do evangelho é que é a correta."

Claro que sabem que trata-se de "interpretação" e não "versão".

Os espíritas têm a interpretação de Kardec como sendo a interpretação mais correta da Bíblia entre as centenas que existem na Terra. A interpretação espírita provém dos Espíritos para cumprir a promessa do Consolador prometido por Jesus que "vos fará recordar tudo o que vos tenho dito".

Esta promessa também é cumprida em livros de outros autores como os comentários bíblicos de Chico Xavier (Fonte Viva, Caminho Verdade e Vida, Vinha de Luz, Pão Nosso, etc), bem como
os romances históricos como "Paulo e Estevão" que apresentou uma cronologia do cristianismo bem diferente daquela vigente na época em que foi escrito, mas que está de acordo com a cronologia obtida de pesquisas recentes.

O espiritismo é de fato o Consolador prometido por Jesus porque também cumpre a versículo "vos ensinará todas as coisas" ao explicar os mistérios e fenômenos sobrenaturais que atormentam a humanidade deste da mais remota antiguidade.

E se dúvidas que a doutrina espirita é extremamente consoladora, pergunte as mães que perderam os filhos e a outros sofredores que conheceram e ENTEDERAM a doutrina espírita.

Fraternalmente,

Um Espírita

Marcus Vinicius disse...

Olá Chacal, não postei porque vc disse que se eu quisesse poderia não postar.

Mas vou reler e colocar.

Ainda não tive foi tempo de conferir seu link., Mas vou lhe enviar um também.

Graça e paz.

Marcus Vinicius disse...

Olá Espírita, boa noite.

Se vc ler meu7s comentários nunca verá nenhum questionamento meu sobre o "efeito" da doutrina espírita para quem a procura.

Na verdade meu post discutia outro assunto: o evangelho sem a Rewdenção obtida gratuitamente em Cristo Jesus. Não vejo nenhuma linha sobre isto em seu comentátio (afinal foi sobre isto que escrevi). Você na verdade comenta sobre meu diálogo mcom o Chacal, com quem estou tentando trocar informações.

E o mesmo também concorda comigo: nenhuma versão ou interpretação da Bíblia que seja (Kardec, Católica, Evangélica, fake ou etc) pode distorcer o texto a ponto de transformar o Consolador prometido de PESSOA para DOUTRINA.

Só faz isto quem tenta justificar suas próprias idéias. Aberto ao diálogo, e pela Graça, sempre.

Marcus Vinicius disse...

Ainda ao Espírita:

me desculpé se pareci "vulgar" ou simplista. Talvez eu não tenha a sabedoria tão aquilatada para debater em tão alto nível.

Mas não entendi: bolsa de estudos na Terra? Para o que?

Graça e paz, sempre.

Espírita disse...

Caro Amigo,

Você Disse:

"nenhuma versão ou interpretação da Bíblia que seja (Kardec, Católica, Evangélica, fake ou etc) pode distorcer o texto a ponto de transformar o Consolador prometido de PESSOA para DOUTRINA."

Isto é mero jogo de palavras. Se quiser entenda a doutrina espírita não como sendo a PESSOA, mas a MENSAGEM Dele. Foi o Consolador que enviou o espiritismo para fazer os homens "recordarem tudo o que Jesus tenha dito" e para "ensinar todas as coisas". Sinceramente como você esperava que o Consolador cumprisse esta promessa que não fosse na forma de mensagem ou doutrina? Seria um absurdo pensar que a PESSOA do Consolador fosse na casa de cada pessoa para “consolar”, que a PESSOA Dele fosse também pregar em cada igreja para "lembrar tudo o que Jesus tenha dito" ou fosse mesmo dar aulas em uma universidade para "ensinar todas as coisas". Alguns mortos foram escolhidos para serem os mensageiros da MENSAGEM do Consolador. Agora se você quer algo mais palpável, foi o Espírito de Verdade que coordenou PESSOALMENTE os trabalhos que resultaram na codificação espírita, na qual participaram ativamente, entre outros, São Paulo, São Luis e Socrátes que conversaram diretamente com Kardec.

Marcus Vinicius disse...

Carmo amigo espírita, mais uma vez volto para dizer: vc só se importa em comentar algo que eu escreva que sirva ao seu interesse de divulgação das ideias espíritas ( e veja que eu nem me nego a pubkicar).

Mas não vi uma linha seque sua sobre as outras coisas que escrevi.

Bem, vejamos seu comentário: mero jogo de palavras. Não foi exatamente o que você fez? Tantas palavras que eu quase me perdi. Mas deixando a ironia de lado, é interessante sua análise.

Enquanto eu apelo para as línguas originais, hermeneutica do texto e etc, vc parte para uma afirmação ( a meu ver religiosa) que foram os espíritos que "revelaram" a codificação do espiritismo ao Sr. Kardec.

Interessante que no meio evangélico existem correntes que utilizam o mesmo artifício: foi o Espírito da Verdade que falou e temos que dar o assunto por encerrado.

Na minha quase total ignorãncia dos termos do espiritismo, estava dialogando com o Chacal sobre o assunto. Mas o amigo parece me achar um tolo, e não tenta dialogar, mas mostrar que sabe muito.

A página continua aberta para sua visitação.

Pela Graça, pela Escritura, para Glória de Deus, paz!

ChacaL disse...

Mais uma vez , quero ddeixar claro que o estudo do espiritismo, não declara que o consolador é uma doutrina, quiça a doutrina espirita, mas um "Ser".
Creio que o amigo acima é mais um exemplo pastor de uma pessoa com boas intenções sobre o tema, mas pouco ou nenhum estudo dos "fatos", assim como Kardec o fazia:
Em carater explicativo vou enunciar a codificação de Kardec chamada A Genese:
(item 42): "Se considerarmos, além disso, o poder moralizador do Espiritismo pelo objetivo que ele assinala a todas as ações da vida, pelas conseqüências do bem e do mal que ele expõe claramente; pela força moral, a coragem, a consolação que dá nas horas de aflição por uma inabalável confiança no futuro, pelo pensamento de termos a nosso lado os seres a quem amamos, pela certeza de os rever, a possibilidade de conversar com eles, enfim, pela certeza de que, de tudo o que fizemos, de tudo o que adquirimos em inteligência, em ciência, em moralidade, até o último instante de nossa vida, nada se perdeu, que tudo serve para o nosso adiantamento, reconhecemos que o Espiritismo realiza todas as promessas do Cristo no que diz respeito ao Consolador anunciado. Ora, como é o Espírito de Verdade que preside ao grande movimento da regeneração, a promessa de seu advento também já se realizou, porque, pelos fatos, deduzimos que é ele o verdadeiro Consolador".
Como podemos observar, Kardec fala sempre em nome dos fatos. Mas quais são esses fatos? Além dessa exposição filosófica, Kardec possuía alguma comprovação palpável de que o Espírito de Verdade, diretor espiritual dos trabalhos da codificação, era o mesmo das promessas evangélicas? Quem ou o quê é o Espírito de Verdade?

Primeiro é preciso distinguir essa entidade espiritual do Espírito Santo. Jesus quando profetizou a vinda do Consolador, se referia ao Bom Espírito; não usou em absoluto a expressão Espírito Santo que foi certamente uma alteração nas traduções.

Hoje nós sabemos que a expressão Espírito Santo simboliza os Espíritos que trabalham a serviço de Deus e já naquela época envolveram os discípulos de Jesus, na festa de Pentecostes, provocando a eclosão da faculdade mediúnica, levando-os a falarem em diferentes línguas aos estrangeiros do local (xenoglossia).


Fonte:http://www.espirito.org.br/portal/artigos/geae/eh-o-espiritismo.html

Então nobres amigos não é uma questão de meramente chutarmos nossas opiniões, temos que ser verdadeiros, primeiramente conosco, para então desbravarmos nossa opinião com algum respaldo academico.

O Consolador não é uma Doutrina, é um Bom espirito; o Espirito da verdade para os Espiritas e o Espirito Santo para os evangélicos.

A dsiposição para quaisquer esclarecimentos.

PAZ

Ps: Amigo espirita, tornemos este um debate sadio, sem palavras grosseiras e sem se estressar, porque veja, ninguem é igual em materia, espirito ou pensamento. Você pode até fazer as pessoas entenderem o que quer dizer, mas não pode convence-las a aceitar sua ideia.

ChacaL disse...

Pastor;
Desculpe se pareci rude no questionamento sobre as postagens,Não foi minha intenção. Apenas quero manter aberto o dialogo, assim cada um que passar por aqui e ler que tire suas proprias conclusões, lembrando. Não quero ganhar nada, apenas esclarecer pontos fundamentais sobre a matéria em questão.

Marcus Vinicius disse...

Olá Chacal, bom dia e obrigado por sua participação e elucidação de um ponto.

Porém continuo com a opinião que vocÊ bem colocou como sendo dos evangélicos: para nós sim, o Espírito da Verdade, O Concolador, Espírito do Filho de Deus (os diversos nomes atribuídos a Ele), é uma das pessoas da Trindade, sendo pessoa na concepção plena da palavra e habita cada um que expressa fé na obra redentora e graciosa de Jesus.

Reconheço ser um mistério como isto ocorre, mas não cremos em diversos espíritos habitando os crentes, mas no Espírito sendo repartido - veja Atos 2.1-4, onde separei esta expressão: Todos ficaram cheios do Espírito Santo.

Como você bem colocou, não quero impor idéias, mas é nisto que creio e que acho mais coerente.

Aproveito para dizer duas coisas importantes: creio em vida após a morte (mas isto é outro debate) e creio nos espíritos que ajudam os homens (os anjos, também outro debate). Porém não creio em espíritos desencarnados que se comunicam com os vivos (Jesus disse que isto era improvável, lembra?).

Mantendo o canal aberto, graça e paz, sempre.


Marcus Vinicius

ChacaL disse...

Sobre Jesus ter falado que era improvavel a comunicação com os Espiritos (mortos), não me lembro desta passagem. Poderia me dizer qual é?

Marcus Vinicius disse...

Oi Chacal refere-se ao momento da parábola sobre o rico e Lázaro. Jesus diz: quem aqui está não pode se comunicar com quem está lá.

Procure a passagem em Lucas 16.19-31 - observe que Ele afirma sobrte o grande abismo entre os mundos.

Graça e paz.

ChacaL disse...

Pastor;
Bom dia.

Eu lembro da passagem e dei uma lida com muita calma no texto e cheguei a seguinte conclusão.

Narra a história de dois homens um rico e outro pobre. Os dois morrem, o pobre vai para o "céu" e o rico para o "inferno".
O rico em tormento no inferno ve ao longe o Pobre que está ao lado de Abraão, então o rico pede a abraão que deixe Lazáro molhar o dedo na agua para lhe refrescar a lingua.
Então abraão explica que Lazáro não poderia passar para lá (para o Inferno),e nem o rico poderia passar para onde eles estavam(para o Céu). Então o Rico pede que Abraão envie lazáro a casa da sua família, para que lhes conte o que ele está passando para que não caiam na mesma desgraça.
Abraão disse que eles poderiam ouvir Moises e os profetas, e que eles deveriam escuta-los. O Rico então diz: Mas se algum dentre os Mortos fosse ter com eles arrepender-se-iam.
Abraão então diz:
Se não escutam Moises e os profetas, tambem não acreditarão que algum dos mortos ressucite(Veja que ressucite é uma tradução pobre de anistemi).

Neste trecho, percebi a ausencia de uma negativa do tipo: Quando o rico pede que mande Lázaro a casa da sua família, Abraão não disse: É impossivel mandar alguem que ja morreu falar com seus parentes vivos. Ele simplesmente diz: Eles não acreditariam.

Quando Abraão fala de abismo entre o Rico que esta no inferno e ele e Lázaro que estão no Céu(Estando no inferno ele ainda teria condições de ver o Céu? ou estariam Lazaro e Abraão nas portas do inferno observando o que se passava ali?)Eu, na minha modesta opinião, acho que Abraão quis dizer que existe uma limitação na capacidade de Lazaro ir até o Inferno para ajudar alguem, sem ter as habilidades para isso.Esse "abismo, seria exatamente isso, essa limitação e tambem o verdadeiro arrependimento que só poderia partir do homem rico. O Homem rico teria que pedir ajuda, e não Abraão mandar Lázaro ajuda-lo.(Este é um principio presente em ambas as doutrinas, o do Arrependimento só que na espirita estende-se após a morte tb, é a segunda chance)
Acho que se tentar visualizar a cena vera dois homens, olhando para uma alma atormentada e que cometeu muitos erros e que não faz a menor ideia de como sair de lá.

Veja bem que a palavra Ressucitar (em lucas 16.v.31) no original em grego, é anistemi (an-is'-tay-mee) que quer dizer:
1. surgir
2. levantar-se
3. erguer-se
4. originar-se
5. resultar de
6. notar-se
7. rebelar-se

Ou seja, é uma questão interpretativa do contexto do texto e da história, mas se o pormos assim veremos que anistemi é muito melhor colocado como surgir, e não ressucitar, mas como disse antes, a igreja católica confeccionou a tradução da Biblia nos moldes de uma época marcada por batalhas violentissimas por Jerusalem, então era melhor colocar alguem Ressucitado, que poderia voltar a vida diretamente do tumulo, do que alguem que está morto em carne mas ainda surge em espirito.
Os Cruzados tinham que ter algo em que agarrar para que fossem para a guerra com uma certeza, ainda que minima, de que poderiam voltar a vida(ressucitar), por estarem lutando em nome de Deus pelo chamado "Reino dos Céus".
Mesmo com tudo isso pastor, não estou querendo dizer que estou certo sobre nada, pode ser naquela época pessoas realmente levantavam de suas tumbas e voltavam a vida.Mas o ponto central aqui é o Diálogo entre Abraão e o homem Rico no inferno, o resto é apenas ilustrativo.

PAZ

Marcus Vinicius disse...

Olá Chacal, boa noite.

Escrevo estas linhas breves muito tarde (trabalho demais). mas penso que você focou somente um ponto da questão e diminuiu outros importantes demais - sua frase foi: apenas ilustrativo.

Não podemos esquecer em primeiro lugar que o texto em questão não é da época dos cruzados, mas um texto de Jesus falando para uma platéia de judeus (discípulos e outros ouvintes). Há uma lição moral aqui, e uma lição espiritual.

Sobre a ausência da negativa, eu posso interpretar livremente (como vc o fez) que ela esteja subentendida, concorda? Outra coisa, não há uma literalidade se o rico está no inferno - mas certamente está no Hades, aguardamento o julgamento final.

Não creio em arrependimento post morten, em face do que já coloquei acima em outra resposta: a pessoa volta sem saber quem foi, ou o que fez, que segunda chance é esta? Deus sempre exigiu responsabilidade pessoal de cada um de nós (acho que isto é claro também, não é?).

Vejo també que para muitos escapa o fato de que Jesus está apontando para sua ressurreição (v. 31), fazendo um jogo de imagens e palavras, ao citar Moisés e os profetas (que simbolizam todo o ensino do AT - novamente a plateia judaica em foco).

Para nós cristãos a ressurreição é um fato tão forte, que torna a mensagem de Jesus diferente de qualquer outra. Sua explicação sobre a tradução da palavra apela para a literariedade, mas o grego é mais complexo, necessitando-se da análise dos vocativos, vozes passiva e ativa, etc.

Anastasis (formado de ana = para cima; histemi = fazer estar) é uma forma aplicada ao conceito ou tradução de ressurreição: ou seja, levantamento (da morte) para cima (para a vida). É nisto que creio. Que Jesus esteve morto e levantou-se da morte em forma corpórea. E é isto que espero.

Deixo claro que sua dúvida sobre a negativa ou afirmativa de Abraão abre a questão, mas existem muitos outros textos bíblicos que afirmam a ideia de ressurreição: Mt 16.21; 17.23; Lc 9.22; Mt 10.8, At 26.8 e muito mais).

Sei que o ensino espírita é atraente, ppois tenta trazer respostas para o aqui e agora, a dor imediata das pessoas em face das lutas. Mas me atrai muito mais o evangelho de Cristo, que me chama a esperança e fé, de saber que um dia ressuscitarei e não haverá mais lamento e nenhuma lágrima de dor. É por isto que amo a Jesus Cristo, o Filho de Deus.

Desculpe se minhas ideias se misturaram. Mas peguei alguns livros aqui, e amanhã ou depois tentarei trazer mais alguns pontos para este diálogo tão legal.

Graça e paz, sempre.

Marcus Vinicius disse...

Oi Chacal, perdão por não ter publicadoainda seus ultimos coments... trabalhando demais.

Amanhã tentarei...

Paz

Gilson disse...

Olha que sequência de remendos e que distorções gigantes... Cruzados..., misericordia... É um verdadeiro vale-tudo para negar a Verdade do Evangelho com outro pseudo evangelho.
Kardec, que alias, nem é o seu nome e sim Hipolito Denizard Rivail, um professor de historia obscuro, que nem sequer é lido ou lembrado na França. Reuniu vários escritos de temas ocultistas e de bruxaria e fez uma salada tentando produzir algo diferente para sair do ostracismo e anonimato, o que não deu certo, pelo menos na França.
Nos seus escritos iniciais, Jesus nem sequer é mencionado como real, apos algumas edições ele foi colocado como coadjuvante (mestre, profeta, professor, etc) nunca como Salvador e Redentor.
Jesus jamais falou que ele era um dos caminhos, e sim que era o ÚNICO CAMINHO. Quanto aos outros: "Todos quanto vieram antes de mim, são LADRÕES E SALTEADORES...". O principal plano maligno é roubar a HONRA E GLÓRIA que só pertencem a ELE. E nós NÃO MERECEMOS COISA ALGUMA, somos alcançados pela GRAÇA DE DEUS (*FAVOR IMERECIDO).

ChacaL disse...

Gilson,
Suas criticas são sempre aceitas em qualquer debate, contudo devo alerta-lo para quando criticar ou julgar qualquer coisa, o faça com mérito e estudos, para que tuas acusações se baseiem em algo sólido e palpavel, e não em alguma coisa que você ouviu alguem dizer ou leu em sites sem a menor vocação com a verdade.
o nome de Allan Kardec era: Hippolyte Léon Denizard Rivail

Sobre Cruzados Se você tivesse lido todo o texto e não a metade, ou melhor se tivesse lido todo o debate que foi muito produtivo por sinal, entenderia o contexto e não arrumaria esse pretexto para verbalizar sua ira e preconceito contra outras religiões ou "possiveis" verdades que não as suas.
Gilson sua fé é somente sua, você acredita no que quiser, mas quero deixar um conselho para você que sempre uso comigo mesmo; A mente fechada é como um paraquedas, se não estiver aberta, não adianta de nada.

Paz

ChacaL disse...

Gilson uma ultima coisa.
Neste link http://pt.wikipedia.org/wiki/Allan_Kardec você podera encontrar informações sobre a vida e trabalho de Allan Kardec.
Leia e informe-se sobre este "homem". Não denigra a imagem de quem não esta mais entre os vivos para se defender. Seja cristão.

Gilson disse...

Chacal (que nome sugestivo, comem carniça, não é mesmo?), você é um pesquisador de mão cheia, heim? Quer dizer que errei o nome do seu ídolo? Aportuguesei e esqueci alguns caracteres ypisilone e pê e ainda troquei o "e" pelo "o", e o mais grave, esqueci o Leon... Oh, que lástima, com isso devo supor estarei condenado a sofrer mais umas 30 reencarnações até "purgar" meus erros de grafia gravíssimos?
É dose pra leão... Ou não seria Leon? Fiquei confuso... Deve ser a mudança do horário de verão!

Gilson disse...

So uma perguntinha? Na França, onde se faziam estátuas a rodo, onde está a de Hippolyte? (Allan Kardec). Tem foto do local?

Marcus Vinicius disse...

Olá Gilson, só lhe pediria para não inveredar por questões pessoais (como sua ironia ao name do Chacal).

No mais o debate é aberto e suas opiniões bem vindas, pois fazem um contraponto ao que foi dito.

Graça e paz.

ChacaL disse...

Bom Gilson;
Pelo que você mostrou não me resta duvidas que nutre profundo odio contra qualquer outra doutrina, ou pessoa que ouse discordar de você. Tudo que fiz foram algumas correções sim, com o intuito apenas de esclarecer, e vc vem com deboche e sarcasmo. esperava mais de uma pessoa que é Militar e que tem tantos "canudos" para se pendurar na parede. Postei links para que você estuda-se o assunto e se inteira-se da pessoa de Allan Kardec, mas ao que vi, vc perdeu mais tempo arrumando meios de me ofender do que procurar a verdade sobre o que vc mesmo disse. e Ja que Isso descambou para o lado pessoal, então dou o assunto por encerrado.

Não se estresse, afinal como disse J.F Kennedy: "Todos nós respiramos o mesmo ar."

Fique em Paz e tenha uma vida feliz e tranquila.

ChacaL disse...

Assim como Chico Xavier não tem estatua em sua homenagem*. Não é pratica de Espiritas ostentar imagens nem pessoais nem de outras "pessoas".
Adoração a idolos tambem não faz parte do cartel espirita. Adoramos a Deus e Jesus, nada mais.
Fizeram um busto, contra a vontade dele em uberaba.

Seria o mesmo que o Bispo macedo, ou o pastor ou bispo da sua igreja erguesse uma estatua com a caroça dele. Isso é vaidade, e vaidade não combina com LUZ.

PAZ

PS: A unica imagem que vera na França de Kardec é a que esta sobre seu tumulo.

ChacaL disse...

ps: Uso o pseudonimo de Chacal porque Li o livro O Dia do Chacal e gostei, só por isso.

Antonio Latorraca Netto disse...

Olá queridos,

Estou vendo o debate agora. Estudo a doutrina espirita que tem como eixo norteador o evangelho do nosso Mestre, Modelo e Guia Jesus Cristo, quem diz o contrário é porque nao conhece a doutrina. GILSON, que evangelho é oque voce segue???? Falando essas coisas de Chacal? É muito bom voce saber que uma boa arvore é aquela que se reconhece pelos frutos que produz.
Estamos aqui Marcus para aprender sim! Ou voce acha que um ''pobre'' analfabeto leria uma biblia? E se ele nao ler? Não será salvo.?
Eu prefiro ser um cidadão do universo e AMAR ESSE DEUS LINDO E MISERICORDIOSO E SÁBIO, E AMAR MEU MODELO E GUIA JESUS CRISTO que é meu modelo e guia, não rei porque rei é muito pouco pra descrever a grandeza de Jesus, que nos trouxe a prática da humildade.


Muita Luz, Sabedoria, Paz de Jesus pra voces meus amigos. Evolução, conhecimento liberta e não está contido apenas em um livro! Hoje temos obras tão profundas e que falam das mesmas coisas em linguagens diferentes.

Abraços,

Origem dos meus visitantes

Visitantes por países

free counters

FeedBurner FeedCount

LIVROS MARAVILHOSOS (meus preferidos)

  • A Maldição do Cristo Genérico - E. Peterson
  • A Serpente do Paraíso - Lutzer
  • Alma Sobrevivente - P. Yancey
  • Anseio Furioso de Deus - Brennan Manning
  • Chega de Regras - L. Crabb
  • Confiança Cega - B. Manning
  • Evangelho Maltrapilho - B. Maning
  • Igreja Orgânica - N. Cole
  • Maravilhosa Graça - P. Yancey
  • O Anseio Furioso de Deus - B. Manning
  • O Caçador de Pipas
  • O Impostor que Habita em mim - B. Maning
  • Reformissão - M. Driscoll
  • Reimaginando a Igreja - F. Viola
  • Sonhos Despedaçados - L. Crabb
  • Ânimo (Corra com os cavalos) - Eugene Peterson